segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Yannick agente inflitrado

Yannick Djaló estrou-se pelo Benfica no encontro da Taça da Liga frente ao Marítimo e, no final, mostrou as verdadeiras razões porque está no Benfica, infiltrado como agente do clube leonino, o grande rival Sporting Clube de Portugal. Yannick Djaló, dos leões às águias passando pelo fogo.

Yannick prepara-se para entrar em jogo com a camisola encarnada ouvindo instruções de Jesus

As razões ficaram agora um bocado mais claras, quanto à missão de Djaló no Benfica, ajudar o Sporting a eliminar o Benfica por dentro, como agente infiltrado. No início deste século e milénio, o Sporting Clube de Portugal teve um dirigente, José Roquette, que, em conjunto com o Futebol Clube do Porto, criaram um projecto que visava acabar com a presença do Sport Lisboa e Benfica, quer em Lisboa, quer no mundo, com base na premissa que a capital não era grande o suficiente para albergar dois clubes de dimensão nacional ou internacional, como as águias e os leões.

Roquette foi o grande obreiro na concepção do projecto para o Sporting do Século XXI, que agora vai tomando forma, e que conta já com Djaló infiltrado no Benfica, para ajudar a concretizar o mesmo

O homem por trás da ideia, José Roquette

Agora, mais de 10 anos volvidos sobre essa ideia inicial, e depois de alguns tiros nos pés por parte de ambos os clubes, o Sporting tenta uma das mais ousadas movimentações por forma a levar a cabo o plano inicial de Roquette. Infiltrar Djaló no Benfica. Até agora o plano parece estar a correr bem, pois o mesmo já se estreou com a camisola encarnada, mas foi no final, precisamente, que o plano rachou e se viram as verdadeiras intenções por trás de tal gesto.

Recapitulando o plano leonino, no início da época 2011/2012, Yannick Djaló é jogador do Sporting. No último dia de mercado, no verão ainda, Djaló é transferido, de forma surpreendente, para o Nice, já tarde no dia, mas em que o acordo entre os clubes acontece. Para um contrato entrar em vigor é necessário que o jogador entre em acordo também, a nível de verbas a auferir, com o novo clube, coisa que não chegou a acontecer com o Nice. Pelo menos esta é a versão oficial divulgada na imprensa, mas que, ao que a Bimbosfera descobriu, apenas a ponta do iceberg do plano. Continuando, o Nice não entra em acordo de verbas com o jogador e não o pode inscrever antes do fecho das inscrições, versão oficial, portanto. O jogador fica sem jogar meia época, entra em acção o Sindicato dos Jogadores, que o ajuda a clarificar a situação, alegando que o jogador não tem clube, logo não é de ninguém, e também no último dia de mercado de inverno, Djaló assina pelo Benfica. Ontem, dia 5 de Fevereiro, estreia-se pelos encarnados. Ou seja, esta é a versão oficial dos factos.

Da investigação Bimbosfera pudemos ainda aferir mais alguns pontos que ficaram algo sem resposta, mas que aqui lha damos em primeira mão. Luciana Abreu, actriz e cantora, actual companheira do jogador, sempre foi uma conhecida adepta do Futebol Clube do Porto, conhecida pela sua expressão «que biolência», com forte sotaque portuense. Porque razão alguém do Sporting teria uma companheira do Porto e do Futebol Clube do Porto? Porque razão usa Djaló aqueles penteados? Porque é que Carlos Queirós disse, no passado, que do Sporting era um dos jogadores que o Manchester gostaria de ter, aquando da sua última passagem como adjunto de Sir Alex Fergusson nos Red Devils (Diabos Vermelhos ingleses)? Porque razão Djaló e Luciana chamaram Lyonce Viiktórya à filha?

Djaló, Luciana e o rebento Lyonce Viiktórya
Imagens dos Bombeiros a apagar o incêndio em pleno Estádio da Luz, no último derbie

Portanto, ao que apurámos são tudo razões que faziam parte do projecto Roquette, e que começaram a vir à tona da água precisamente hoje, quando no fim do jogo de estreia pelos encarnados o jogador admitiu que pretende da próxima vez «deitar abaixo o estádio». Este é o motivo capital, que, interligado com o que ocorreu no passado derby entre Benfica e Sporting no estádio da Luz, e que culminou com um incêndio no estádio na zona onde estavam os adeptos leoninos, danificando a estrutura de betão, demonstra a culpabilidade de Djaló. Ou seja, tudo motivos Roquette, por assim dizer. Luciana foi criada de pequenina para fingir gostar de alguém do Sporting, sendo o contributo do Porto ao projecto Roquette. Os penteados de Djaló são um motivo para criar empatia com o actual treinador do Benfica, Jorge Jesus, que, como se sabe, é fanático por penteados com madeixas, tendo esta época contratado o belga Axel Witsel que também tem um penteado exuberante, e já no passado David Luiz também ostentava um semelhante. Queirós proferiu essas palavras para que Djaló viesse um dia a ser aceite no Benfica sem reservas por parte dos adeptos devido à promessa de Vieira em ter a espinha dorsal da Selecção, e havendo já no clube alguns casos de sucesso de antigos leões ao serviço das águias, Simão e Martins, por exemplo, além de que a opinião vindo de alguém que pertencia aos «Red Devils» deveria ser ainda mais bem aceite pela exigente massa adepta do Benfica, sobrando motivo final, o nome da filha do casal, Lyonce Viiktórya, uma remeniscência e ponte de ligação afectiva ao nome da águia do Benfica, a Águia Vitória, ou seja, tudo motivos, tudo altamente projectado por Roquette, e que, agora, está mais perto de ser verdade, ou não, graças a esta investigação Bimbosfera.

Assim, caro adepto, mesmo com as palavras de Jesus após o jogo, que Djaló está ainda «fora dela», jogo que o Benfica venceu, contra o Marítimo, por 3 bolas a zero, confirmando a vitória no grupo e seguindo para as meias finais onde vai encontrar precisamente o Futebol Clube do Porto, na Taça da Liga, com golos de Nelson Oliveira e Rodrigo (dois golos), que pensar sobre todo este caso? Não hesite e deixe-nos a sua opinião na caixa de comentários!

Bimbosfera

5 comentários:

Anónimo disse...

Só não percebo porque é que o Benfica já compôs a bancada ardida recentemente. O Yannick vai partir aquilo tudo outra vez...aqueles cruzamentos...

Anónimo disse...

calate meu merdas

Bimbosfera disse...

Primeiro Anónimo (espero que não seja um caso de múltiplas personalidades, eehhehe), concordo, ehehhe! O Yannick, para mim, não vinha, mas, se assim o entenderam, eu, como Benfiquista, só tenho que apoiar os que lá vão para dentro lutar pelo meu clube.

Segundo Anónimo, ...

Abraço

Márcio Guerra

Jotas disse...

Bom, isto sim é uma fantástica história e uma teoria de conspiração digna de Hollywood

Bimbosfera disse...

É verdade, caro Jotas. Ando a produzir pouco, mas saem depois estórias destas, mirabolantes, eheheh!

Grande abraço!

Márcio Guerra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...