quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Apesar da derrota, «piloto automático» da Selecção funciona na perfeição

A Selecção Nacional jogou ontem contra a Noruega, e, mesmo sem Carlos Queirós no banco e perdendo por uma bola a zero, provou que este tem mão na qualidade da equipa, ou seja, com «piloto automático» a equipa parece, na mesma, ser comandada por ele.

Carlos Queirós, o mestre do «piloto automático» e das previsões

Há por aí muito boa gente a fazer piadas ao «piloto-automático» da Selecção, troçando do seu «comandante», ou «piloto não-automático», mas o certo é que aqui, no Bimbosfera, defenderemos o seleccionador até às últimas consequências, o despenhamento total.
A equipa continua a mostrar que está bem servida de treinador, ou que, pelo menos, Agostinho Oliveira, actual substituto temporário de Queirós e famoso «piloto automático», enquanto decorrem os processos contra si no ADoP, está a tomar bem conta do caso. Não se nota, na generalidade, diferenças de rendimento da equipa, o que por si só joga contra os detratores do actual seleccionador nacional, apesar de suspenso, mas que, à semelhança do passado, deverão ser, como aconteceu em casos anteriores, casos que Queirós previu que íam acontecer, como com Coentrão, o Vulcão islandês impronunciável, etc.

Hugo Almeida, jogador do Wolfsburg, a preparar-se para se colocar na posição
em que a Alemanha perdeu a guerra depois de Eduardo falhar a bola

Assim sendo, descontando erros individuais, os jogadores batem-se e digladiam-se da mesma forma, com a mesma bravura, com a mesma qualidade de treino, que já faziam antes, e por isso têm que ser saudados, por terem passado ao lado de todo este imbróglio, que já só vai durar mais cerca de 6 meses até acabar a suspensão do principal técnico nacional.

Eduardo, o guarda-redes nacional, depois de ver gorada a sua transferência para o Benfica no final da época passada, tem feito todos os possíveis para ter algum do protagonismo dado a Roberto, guarda-redes espanhol que o Benfica acabou por comprar, sobretudo se pensarmos que não há, de momento, devido à lesão de Coentrão, nenhum jogador encarnado na Selecção de Todos Nós, e, certamente, será para ajudar os adeptos encarnados a ligarem o seu espírito ainda mais à nossa selecção. Eduardo tem tentado, nestes dois jogos, a todo o custo, destituir do pódio dos guarda-redes mais falado o espanhol. E tem conseguido.

A juntar a isto, e provando o que se vai dizendo nas conferências de imprensa antes dos jogos, aquando de Ricardo Carvalho ter dito que Portugal não tinha a obrigação de vencer os dois jogos, o que, concretamente, não fez, vê-se, neste resultado de derrota por uma bola a zero, que as pessoas começam, por fim, a ter noção dos objectivos que se prendem com a principal equipa nacional, e por isso todas as queixas e lamúrias associadas a Queirós são injuriosas e inconsequentes, pois ele deixou a equipa tão bem treinada que até em «piloto automático» ela desempenha com a qualidade já anteriormente reconhecida, e que nos conduziu ao Mundial da África do Sul 2010, tudo o que ele deixou estabelecido para a mesma, quer a eficácia defensiva, quer ofensiva, quer depois deste jogo com a Noruega, quer já mesmo depois do jogo, em casa, com o Chipre, que terminou empatado a quatro bolas.

A Bimbosfera espera apenas que Queirós diga, nas suas famosas previsões, se, apesar de afastado da Selecção por castigo, vê a Selecção a qualificar-se para o Europeu em 2012, para, apesar de ainda cedo, todos sabermos melhor o que fazer nesse verão e marcar, ou não, férias consoante o que seja o resultado previsto.

Aproveite e deixe o seu comentário.

Bimbosfera

5 comentários:

"O Conspirador" Mário A. Oliveira disse...

Isto vai de mal a pior, caro Márcio. Faz falta o Paulo Bento...

Jotas disse...

Uma lástima ver este bando de mercenários a fingirem que estão a representar o país, quando na verdade o estão a chular.

GIL VICENTE disse...

Uma delícia, caro Márcio!
Uma delícia, mas uma delícia de escrita.
Uma crítica que nos diverte mas que acerta em cheio no alvo.
Uma crítica de fino trato irónico que é objectiva, precisa e verdadeira.
Uma escrita fantástica ao mais esbelto recorte e de estilo sublime.
Parabéns sinceros.
E que pena não poder apreciar tudo o que essas teclas deixam impresso, com a minúcia e o saborear que ele merece.

Um abraço

ORGULHO AZUL disse...

A nossa selecção esta a pagar o preço de ter uma federação de amadores, este processo ao Queiroz e só mais um processo ridículo do futebol português a juntar ao do túnel do aviário.

Enfim, vamos concentrar nos em sábado para o regresso ao dragão

Bimbosfera disse...

Obrigado pelas palavras de todos.
Caro Mário «O Conspirador», acredita que eu não acho nada de especial vir o Paulo Bento? Ou seja, se vier é apenas e só mais do mesmo. Nada contra o Paulo, apesar de não o achar tão ao nível do que os Sportinguistas, muitos vá, acham dele, pois acho tão só que a conjuntura é que fez com que ganhasse o que ganhou e não assim tanto mérito próprio, e que se ele vier, para além de se queimar como aconteceu no Sporting, vai apenas e só servir de «novo» escudo aos «velhos» que lá andam e que lá querem continuar, Madaíl, Amândio, etc., e, entrando alguém novo, parecendo que algo muda, tudo fica na mesma... Isto penso eu!
Caro Jotas, está automaticamente respondido no anterior. Concordo a 100% com tal afirmação, chulos e mercenários. E é todos lá dentro, jogadores, treinadores, dirigentes.
Caro Gil... Por favor, delícia de escrita é ler os seus textos, não é ler o que eu escrevo. Eu junto meia-dúzia de palavras a tentar parecer que tem graça, já o amigo emite autênticos «autos», como faz questão de frisar o Viriato de Viseu sobre si. Agradeço as mesmas, que sabem bem ao ego, mas duvido que seja assim tanto! Obrigado.
Caro Orgulho Azul, creio que é, portanto, a opinião generalizada, mas, sinceramente, creio que, apesar de não ser culpa sua, como é óbvio, acho que há, se não directamente, indirectamente, culpa do presidente do seu clube. Sem querer parecer ofensa gratuita, creio que houve favorecimentos claros na situação do Moutinho, do Meireles, etc., por forma a valorizar um e outro nas alturas certas e o Porto ganhar com isso.
Como disse, não é culpa sua, e provavelmente nem concorda, mas é o que acho. Aliás, do Queirós é de esperar, pois as negociatas do Bebé demonstram isso também. Valorizar jogadores para os amigos. Agora, como é que o PC é amigo dele, não sei. Mas, e por isso acho que Vieira esteve mal em defendê-lo, o certo é que ele é pessoa para por as mãos por ele, como vimos nos testemunhos. Vieira quis apontar o dedo ao Secretário do Desporto, PdC não tinha nada a dizer disso, pois o Secretário nunca teceu qualquer comentário a Apitos e afins.
Ou seja, cheira-me que há algo, os indícios apontam, mas como é óbvio não tenho provas.

Obrigado a todos pelas palavras e um abraço!

Márcio Guerra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...