sexta-feira, 25 de junho de 2010

Depois da tala de Drogba, Queirós queixa-se dos brasileiros

Carlos Queirós, à saída do jogo entre Portugal e o Brasil, o terceiro jogo de ambas as equipas na fase de grupos no Mundial,o treinador Português queixa-se de haver mais do que 11 brasileiros em campo.


Carlos Queirós tem estado muito crítico em relação a tudo que se tem passado com Portugal no Mundial, e, depois de no primeiro jogo, contra a Costa do Marfim, ter criticado o árbitro por ter deixado um jogador africano, «uma estrela africana» como o próprio definiu, usar uma tala que não se sabia bem o que era, como protecção à lesão que o jogador do Chelsea contraiu na fase de preparação para o Mundial, num jogo de preparação, tendo partido o braço, Queirós veio agora afirmar que o árbitro teve muitas culpas no desfecho do jogo, que terminou empatado a zeros e que por isso se tornou mais difícil de vencer, pois havia 11 brasileiros do lado do Brasil, e mais alguns do lado de Portugal, sendo que ainda por cima um deles, Pepe, sem ritmo de jogo, foi titular.


A Bimbosfera apoia o seleccionador nas críticas que fez ao árbitro, por ter permitido a utilização de mais do que os 11 brasileiros, e por ter acabado por influenciar o desfecho final do jogo. O jogo serviu para a definição do primeiro lugar do grupo, tendo o Brasil vencido o mesmo, e Portugal ficado em segundo lugar, como resultado deste jogo. O vencedor do grupo jogará contra o segundo classificado do grupo da Espanha, Chile e Suiça, e o segundo contra o primeiro desse grupo, sendo que a esta hora ainda não se sabe quem jogará com quem, pois só mais logo se jogarão as partidas finais do grupo H. A Bimbosfera dá também os parabéns a Portugal por se terem qualificado para a fase seguinte da prova.

E o leitor, concorda com a estadia de mais do que 11 brasileiros em campo de cada vez?

Bimbosfera

7 comentários:

sloml disse...

Não concordo, mas isso já vem dos tempos do Scolari, não se esqueçam...

Bimbosfera disse...

Boas Sloml. Sem dúvida. Eu também não concordo. Foi mesmo só para o gozo. Nem sempre consigo piadas assim tão «incisivas»... Foi gozo, nada mais!

Abraço

Márcio Guerra

sloml disse...

Sim, Márcio, eu até disse "não se esqueçam" porque estava a falar para outras pessoas que venham aqui e que muitas vezes não se lembram que a política dos naturalizados já não é de agora.

Manuel Oliveira disse...

Sloml, és fã do Queiroz?
Neste jogo por acaso só foi utilizado o Pepe. Certo que o Deco estava magoado, mas porque não meteu uns minutinhos o levezinho, quem sabe não fazia o gosto ao pé contra os patrícios.

Bimbosfera disse...

Queirós só inventa... Não disse nada da tala do Júlio César, curiosamente, ou ainda não viu? Eu vi à primeira na TV, e não repetiram...
Não se compreende as suas decisões. O Pepe demorava 3 segundos a reagir a uma bola. Sei lá, se calhar o Liedson até facturava... Não se compreende mesmo...

É um artista, este Queirós...

Abraço

Márcio Guerra

sloml disse...

Manuel, não, mas também não o era do Scolari. E há certas coisas que as pessoas esquecem com muita facilidade. Eu faço os possíveis para não me esquecer de nada.

Bimbosfera disse...

Amanhã se verá se ele passa a ser «amado» pelos portugueses ou não.
Eu não gosto dele, nada. Compreendo que quem trabalhou com ele possa gostar, Rui Costa, por exemplo, que foi falado que o queria se o Eriksson não viesse. Mas sinceramente, ainda bem, 1000 vezes, que não veio. Prefiro vê-lo a fazer asneiras na selecção que no Benfica. Tanto tempo para nos levantarmos e agora ia para lá outro Artur Jorge... Nah... Estamos bem assim.
Ah, já agora, também não gostava do Scolari, mas ainda assim, à distância, gostava mais dele do que do Queirós... Sempre era teimoso à sua maneira. Este é arrogante. À sua maneira, ehehhe.

Abraço

Márcio Guerra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...