terça-feira, 21 de setembro de 2010

Sindicato dos Jogadores defende Paulo Bento como Seleccionador, Sindicato dos Bloggers de Portugal não

O Sindicato dos Jogadores, S.J.P.F., defende, por Joaquim Evagelista, a contratação de Paulo Bento como Seleccionador Nacional, já o Sindicato dos Bloggers de Portugal acha a contratação arriscada, devido aos compromissos da Selecção na fase de apuramento para o Euro 2012.

Paulo Bento, novo Seleccionador Nacional

A Selecção Nacional vai enfrentar dois jogos de carácter decisivo para a qualificação para o Euro 2012, depois do empate e derrotas nos dois primeiros, já realizados, e junto a todo o imbróglio com o despedimento do anterior Seleccionador, Carlos Queirós, e por isso a Federação Portuguesa de Futebol, depois de falhada a contratação provisória, para esses mesmos dois encontros, de José Mourinho, actual treinador do Real Madrid, a Federação avançou, com carácter definitivo, para a contratação de Paulo Bento, antigo treinador leonino.

Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores, S.J.P.F.

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, através de Joaquim Evangelista, presidente do mesmo, já veio a público congratular a Federação pela escolha, devido às qualidades do mesmo, Paulo Bento, como a capacidade agregadora de vontades, pulso firme, etc. já evidenciados na carreira do novo Seleccionador Nacional.

Já o Sindicato dos Bloggers Portugueses, em comunicado, acha a contratação um tanto ou quanto arriscada, devido à «tranquilidade» com que trabalha, e que pode ser prejudicial para os confrontos que se avizinham, em que a «tranquilidade» pode não ser compatível com a necessidade de agressividade para ganhar os dois encontros seguintes.

Seja como for, a Bimbosfera deseja a Paulo Bento a melhor sorte, por forma a conseguir o apuramento português, e que seja o mais possível imune a pressões externas, por forma a levar a bom porto a missão que tem agora pela frente.

O que acha do novo Seleccionador Nacional, Paulo Bento? Acha que a «tranquilidade» poderá ser mesmo impeditiva de chegar a bons resultados e respectiva qualificação para o Euro 2012?

Bimbosfera

10 comentários:

Óscar Eduardo disse...

Olá Bimbosfera,

Não acho que seja impeditiva, pelo contrário, o que a selecção precisa é mesmo de tranquilidade!

Agora se foi ou não boa escolha, só o tempo o dirá e o próximo é o mais importante. Se ganhar, e convencer, poderá arrancar para uma recuperação. Se perder, ou empatar, Portugal estará praticamente condenado e o resto dos jogos serão para cumprir calendário.

Na minha opinião, era ter ido buscar o Trapattoni!!! Uma velha raposa vinha mesmo à calhar...

Abraço.

sloml disse...

Eheheh. Por acaso acho o Paulo Bento uma boa opção. Sempre tive a melhor impressão dele e acho que ainda vai a tempo de levar a selecção ao Euro. Vamos lá ver como corre.

Bimbosfera disse...

Boas, caro Óscar. Por mim é até indiferente, acho que Trappatoni até era boa escolha, mas, para os «gandulos», isto para não dizer «jarretas» que lá andam, e que não largam o tacho, como o Amândio de Carvalho vir agora dizer que sai quando o não quiserem lá... Quem é que não o quer? Eu não quero! Quem é que o quer...? São questões que se levantam, e se esse ser lá está desde Saltillo, bom, e se era, já na altura, um dos «erros» da Federação, será possível que se pactue com incompetência tantos anos?
Para mim, desde que foi falado Paulo Bento, que achei, e acho, que é só uma forma de se tapar o sol com a peneira, uma pessoa nova, comparada com esses todos, Madaíl, Amândio e outros que tais, que nem sei quem sejam, e que parece que se rejuvenesce a selecção e federação, mas na realidade só se põe lá um escudo mais novo.
Curiosamente, João Manha, no Record, escreveu ontem um artigo sobre o Madaíl, para mim, na mouche! Brutal!

Bom, sobre a tranquilidade, foi mais para levantar a questão e brincar um pouco... Mas não sei se o que é preciso lá é tranquilidade. Aliás, Portugal é um país de brandos costumes, e mesmo a revolução que se fez foi sem «guerra», sem grande chatice, e acho, de uma vez por todas, em todas as áreas, a quase, da nossa sociedade, que isto só lá vai com um abanão grande. Sei que os Portugueses merecem ir ao Euro, participar, não ver os outros, mas, se calhar, a começar na bola, fazia falta cairem alguns das cadeiras, fazia falta um choque nacional, grande, para o pessoal ver se afina.
O Benfica tentou... Mas ainda não se sabe o efeito, e parece, a cada momento, que se esbate o efeito, sem sequer ter começado a fazer «estragos»...

«A ver vamos», como diz o cego!

Abraço

Márcio Guerra

Bimbosfera disse...

Olá Sloml, não tinha visto o teu comentário... Calhou eu estar a escrever o outro...
Não acho que Paulo Bento seja má solução, acho é que é, talvez, o homem certo no tempo errado, pois vai levantar muitos anti-corpos, como já falámos no Céu Encarnado do caso Martins, se o leva ou não, o facto de só ter sido treinador do Sporting, e ter entrado de forma quase interina, a posição frontal em relação a muitos casos... E o facto de, como expliquei acima, ser, para mim, só uma forma de defesa dos «velhos do restelo», melhor, dos «jarretas», como disse antes, que lá polulam...
Tem que se limpar o país, o governo, as câmaras, o desporto, destes velhos agarrados ao tacho.
Temos que deixar novos agarrarem-se ao tacho, ehehhehe! Não! É preciso sangue novo para levar o país noutra direcção, a sério, para isto ir para a frente!

Abraço

Márcio Guerra

Anónimo disse...

O Paulo Bento corre sérios riscos de chamuscar definitivamente a carreira, ao ir treinar Portugal, mas espero que ele consiga fazer um bom trabalho.

Ricardo Figueiredo

www.aoutravisao.wordpress.com

Bimbosfera disse...

Boas, caro Ricardo, bem aparecido.
Estou mais consigo, de que ele se pode chamuscar, apesar de não colocar em causa a sua idoneidade, como digo antes. Todos esperamos que ele faça um bom trabalho. Agora, que isto precisa um abanão... Precisa!

Abraço

Márcio Guerra

the_passenger disse...

Andava eu a tentar encontrar a razão certa para o penalty não assinalado no Nacional - Porto contra o Porto não ter sido marcado na falta de visão do árbitro, eis que afinal a razão é bem mais simples e apenas bastou a visita a uma caixa de comentários de um blog. Não é nada daquilo que eu pensava, aquilo não foi com a mão, era apenas um corno em forma de braço!!! Obviamente não é penalty, toda a gente sabe que um corno é parte integrante da cabeça...

Bom sentido de humor neste blog, merece visitas mais regulares...

Bimbosfera disse...

Caro The Passenger, seja então bem vindo, e vá aparecendo as vezes que quiser. Tirando o facto de achar piada no que disse, só não faço uma notícia com o termo «corno» por uma questão «editorial», ou seja, não tenho seguido a linha de usar vernáculo, se bem que por vezes, nos comentários, eu próprio use, mas nos posts, por acaso não.
De resto, folgo em saber que gosta do que viu, e espero então mais visitas no futuro ;) !

Abraço

Márcio Guerra

the_passenger disse...

Caro Márcio Guerra

Pode sempre optar pelas versões mais 'light' como 'chifre' ou 'haste' ou a versão enciclopédica como "cada um dos apêndices duros e recurvados que se projectam da cabeça de certos animais". :)

A versão wikipédia da coisa:

Podemos encontrar 3 tipos de cornos ou estruturas semelhantes em mamíferos.

1 - cornos verdadeiros: nos ruminantes (ex.: bois vacas e carneiros), são ocos com epiderme queratinizada que reveste uma projeção óssea do crânio. São permanentes, não-ramificados, podem ser curvados, crescem continuamente e ocorrem em ambos os sexos.

Abraço

Bimbosfera disse...

Curiosamente, ainda no outro dia li sobre isso, num «Coisa interessante do Dia» americano, sobre chifres, ehehehe, os vários, tipo os dos bois e vacas, e os dos alces, veados, etc., que são diferentes, e que mudam com a estação, nascendo todos os anos. Os dos bois não, por acaso.
Logo se verá, ehehhehe!

Abraço

Márcio Guerra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...